Are you in ?

Visit our online store design especially for your country

go to website
Stay on this website
VISOR.AI: a startup que a PRIO lançou no JUMP START está a ficar crescida

Inovação

14 Maio 2019

VISOR.AI: a startup que a PRIO lançou no JUMP START está a ficar crescida

VISOR.AI: a startup que a PRIO lançou no JUMP START está a ficar crescida

Quando, ainda em 2016, lançou a VISOR.AI, Gonçalo Consiglieri estava longe de imaginar o sucesso que a sua empresa iria ter nos anos seguintes. Aquela que foi uma das cinco startups que mais se destacou na edição de 2018 do PRIO Jump Start é hoje um dos nomes mais conhecidos do mercado português no que diz respeito à construção e implementação de chatbots para atendimento ao cliente, com mais de duas dezenas de clientes – entre os quais a própria PRIO – e está já a preparar a internacionalização.


Uma realidade que há 4 anos não era sequer imaginável. “Inicialmente, o que criámos tinha como objetivo ser um sistema de chat nativo para concorrer com plataformas como snapchat, porque sabíamos que este tipo de sistema iria ser importante”, explica Gonçalo Consiglieri, admitindo que o sonho inicial acabou por esbarrar numa realidade difícil: “não tínhamos capacidade nem estrutura financeira para crescer da forma que tínhamos inicialmente pensado”.


Não aceitou a derrota e foi procurar alternativas. “Fomos falar com várias empresas para perceber de que forma é que conseguíamos alavancar esta ideia”, revela, frisando que depressa perceberam que “fazia mais sentido uma abordagem numa lógica de marketing e de apoio ao cliente”. Este foi o momento de viragem da VISOR. AI, já que além do que lhes diziam as empresas, potenciais clientes e investidores, os estudos de mercado também apontavam no mesmo sentido. “Os estudos mostram que, sempre que há a possibilidade de um cliente comunicar com uma marca via chat, a maior parte das pessoas prefere o chat a uma via tradicional, como é o caso do envio de um mail ou de uma chamada para uma linha de apoio”, adianta.


Com um novo ponto de partida definido, Gonçalo e os colegas da VISOR.AI focaram-se então no desenvolvimento de chatbots virados para o apoio ao cliente. “É uma ferramenta de inteligência artificial, em que a máquina está sempre a aprender. Se há uma resposta que não está programada, só precisa de ser validada por um humano e a partir daí a pergunta terá sempre o mesmo tipo de resposta”, explica o responsável, sublinhando que este é um sistema que está sempre a evoluir: “fazemos um update do sistema de 15 em 15 dias, não só para garantir que está sempre o mais actualizado possível, mas por forma a adicionar novas funcionalidades”.


Identificado o público e criado o sistema, a VISOR.AI juntou-se ao Jump Start da PRIO e a partir daí nada mais foi igual. “Já conhecíamos o Jump Start da primeira edição e quisemos estar presentes nesta segunda edição – que decorreu em 2018. Felizmente as coisas correram bem para nós. Ficámos no Top 5 e criámos uma relação comercial com a PRIO”, revela Gonçalo, recordando que foi a VISOR.AI quem desenvolveu o chatbot que funciona como assistente no site da PRIO.


Atualmente, a VISOR.AI conta com mais de 20 clientes em vários sectores da economia, da energia à banca, passando pela área das telecomunicações e seguros. Entre os clientes da startup, destaque para entidades como a Câmara Municipal de Lisboa, ou o MEO e, claro, a PRIO.


“E não foi só em termos de negócio que a empresa cresceu”, assegura Gonçalo. “Desde que entrámos no PRIO Jump Start, há cerca de um ano, quase duplicámos o número de pessoas da nossa equipa. Atualmente temos 15 pessoas a trabalhar connosco”.


Olhando para aquilo que pode ser o futuro mais imediato da VISOR.AI, Gonçalo assegura que “neste momento, o objetivo é consolidar o negócio e angariar mais clientes”, mas revela que a marca já está a pensar na internacionalização. “Já temos um escritório aberto em Espanha e estamos a olhar para os mercados de Angola, da Polónia e do Brasil”, conclui.