Are you in ?

Visit our online store design especially for your country

go to website
Stay on this website
10 formas de reduzir as emissões de gases com efeito estufa

Dicas

07 Dezembro 2022

10 formas de reduzir as emissões de gases com efeito estufa

emissão de gases com efeito de estufa

Todos os dias ouvimos a expressão “gases com efeito estufa”. Ouvimo-la em anúncios, nos noticiários, nas conversas, nos constantes alertas. Contudo, sabes o que são gases com efeito estufa? E porque é que as emissões destes gases para a atmosfera são tão prejudiciais? Fica a saber tudo isto e como podes dar o teu contributo para reduzir estas emissões.


Gases com efeito estufa: quais são?


O dióxido de carbono, óxido nitroso, metano, vapor de água e ozono, são os principais gases que provocam o efeito estufa. Todos eles são nocivos, mas o mais crítico é o dióxido de carbono (CO2). É um gás sem cor e odor e é expelido para a atmosfera em grandes quantidades nos processos de combustão.


O que torna o CO2 um inimigo do ambiente é o facto de ser mais pesado do que os elementos presentes na atmosfera e encontrar no solo o seu depósito. Mesmo com o processo de fotossíntese, no qual as plantas o transformam em oxigénio (entre outros compostos), o excesso das emissões aumenta a temperatura do planeta e a capacidade da atmosfera de manter o calor acumulado.


O processo do efeito estufa


Os gases com efeito estufa (GEE), guardam em si raios solares, uma vez que são gases presentes na atmosfera. De seguida, esses mesmos raios são espalhados pela atmosfera em forma de radiação, evitando que se percam no espaço.


É este processo que permite que a Terra tenha vida, espécies, natureza, etc. Sem ele, não passaria de uma grande bola de gelo.


Contudo, com o aumento da emissão desses gases, passaram a existir mais substâncias gasosas para agarrar mais raios solares. Ora, mais raios solares na atmosfera significam temperaturas mais altas, tal como das águas e do solo. A consequência? A criação de um efeito estufa.


Demasiado calor, demasiadas consequências


Este aumento da temperatura do planeta causado pela emissão de gases com efeitos estufa manifesta-se rapidamente e das mais variadas formas. Verões cada vez mais quentes, a extinção de espécies animais, o aumento dos níveis do mar resultante do derreter dos glaciares.


Quantas vezes ouviste uma notícia de chuvas torrenciais num ponto do globo e de seguida outra de incêndios indomáveis? Ou de seca extrema? Estes cenários são resultantes do excesso de emissões de gases com efeito estufa.


Imagina que estás dentro de uma redoma de vidro, 24h/365 dias ao sol e sem forma de a refrescar. O ar quente entranha-se e o calor que entra através dos raios solares é tão forte como aquele que sentes debaixo dos pés. É assim que se sente a Terra.


10 pequenos gestos para ajudares a reduzir a emissão de gases com efeito estufa


Os problemas ambientais e as consequências dos gases de efeito estufa estão na agenda mundial. Leis criadas e medidas anunciadas, contudo a responsabilidade de reverter esta situação é de todos. Cada um faz a sua parte, e garantimos um futuro saudável para todas as gerações.


Toma nota de dez mudanças que podes adotar e que podem fazer toda a diferença para o planeta.


1. Opta por formas de mobilidade suave


Este conceito com cada vez mais adeptos reduz consideravelmente a emissão de gases com efeito estufa. A mobilidade suave apresenta alternativas amigas do ambiente para te deslocares, como andar a pé, de bicicleta ou usar meios de transporte elétricos. Sabias que, só em Portugal, os setores de mobilidade e transportes, movidos a combustíveis fósseis, representam 25% das emissões de gases de efeito estufa?


2. Abastece com biocombustíveis


Podes utilizar o carro e, ainda assim, proteger o ambiente. Quando fores abastecer dá primazia aos biocombustíveis, que derivam da biomassa, resíduos alimentares ou detritos, e podem substituir total ou parcialmente os combustíveis fósseis.


A PRIO é a maior produtora de biocombustíveis ultra-sustentáveis em Portugal e em 2021 foi responsável por mais de 1/3 das poupanças de CO2 na área da mobilidade nacional. No site da PRIO encontras informação relevante sobre biocombustíveis, bem como a localização dos postos PRIO onde podes abastecer com este tipo de combustível.


A este respeito, podes também dar o teu contributo se descartares corretamente o óleo alimentar. Sabias que a eliminação incorreta dos óleos alimentares usados (OAU) tem sérios impactos ambientais, provocando a poluição dos solos e da água?


3. Muda o cardápio lá de casa e reduz o desperdício alimentar


Outro ponto essencial é a redução do consumo de carne, que se tornou excessivo. Existem muitas opções saborosas e saudáveis no mundo dos legumes e vegetais. Controlar as quantidades para evitar o desperdício alimentar é outra forma de colaborar com o planeta.


4. Faz compras mais inteligentes


Quando fizeres compras no supermercado, escolhe produtos locais e sazonais, pois estes implicam menos emissões de dióxido de carbono até chegar ao supermercado. Opta igualmente pela compra a granel.


5. Consome eletricidade de forma consciente


Contrata um fornecedor de eletricidade que inclua no seu fornecimento energias renováveis, e usa a eletricidade de forma consciente. Comprar eletrodomésticos eficientes do ponto de vista energético, investir em painéis solares e em lâmpadas LED são alguns exemplos de como podes poupar energia e contribuir para reduzir a tua pegada ecológica.


6. Poupa água


As gerações mais velhas cresceram a pensar que era um bem inesgotável, mas há cada vez mais provas de que as coisas não são bem assim. Poupar água em pequenos gestos é bastante simples, por exemplo: fecha a torneira enquanto lavas os dentes, armazena a água do banho que corre até chegar à temperatura que queres, regula os programas de lavagem de roupa.


7. Transforma a tua casa numa casa mais ecológica


Existem algumas mudanças que podes implementar para tornares a tua casa mais amiga do ambiente e termicamente eficiente. Por exemplo: janelas de vidro duplo ou climatização e aquecimento de águas através de bomba de calor ou painéis solares.


8. Reduz, reutiliza, recicla


As compras passaram de necessidade a vício. Acumulamos coisas a mais, coisas que ao serem fabricadas provocaram mais emissões de gases com efeito estufa. Reduz nas compras desnecessárias, separa o que não usas ou precisas e dá. Recicla o que já não tem utilidade.


9. Cria o teu espaço verde


Se tiveres um espaço exterior cultiva-o ou planta uma árvore. Precisamos de um ambiente mais verde à nossa volta. Se morares num apartamento, cria uma horta vertical, por exemplo.


10. Diz “não” ao plástico


Procura alternativas ecológicas ao plástico. No dia a dia, pequenos gestos como levar o teu saco reutilizável às compras, utilizar garrafas de vidro e trocar as embalagens convencionais de champô pela versão sólida, podem fazer a diferença.