Are you in ?

Visit our online store design especially for your country

go to website
Stay on this website
6 dicas para escolheres o teu primeiro carro

Dicas

08 Março 2019

6 dicas para escolheres o teu primeiro carro

6 dicas para escolheres o teu primeiro carro

Acabaste de tirar a carta e estás pronto para adquirir o teu primeiro carro. As expetativas costumam ser enormes e já tens um carro de sonho, certo? Mas será aconselhável ir logo atrás dessa máquina?


O teu primeiro carro será uma espécie de cobaia da tua condução, que pode não ser perfeita. É nele que vais aprender a conduzir e, muito provavelmente, é também ele que vai sofrer com a tua falta de experiência ao volante. Por estas razões, talvez seja melhor começar com algo mais modesto.


Deves começar por escolher um veículo simples, barato e robusto, de manutenção acessível. Para te ajudar, reunimos algumas dicas para escolheres o carro ideal.


Compra um carro barato

Se não conseguires ficar com o carro de um familiar, o mais certo é teres de comprar o teu próprio veículo. Para um carro novo, o mais aconselhável é ir diretamente ao mercado de usados. E não olhes só para o custo de aquisição — deves ter em atenção o combustível, o Imposto Único de Circulação, o seguro ou o tipo de manutenção. Faz bem as contas para que o carro não te leve a maior parte do orçamento mensal.


Escolhe um carro robusto, simples e fiável

Se escolheres um carro usado, vais ter de entrar em despesas, pelo que convém minimizar todos os custos. O melhor é optar por motores atmosféricos, de baixa cilindrada e, se possível, com corrente e não correia de distribuição. Se encontrares algo simples e fiável, a maior parte da manutenção poderá resumir-se apenas à mudança de óleo e filtros.


Compra um carro em bom estado

Se estiveres interessado num carro, faz tudo o que estiver ao teu alcance para averiguares o seu estado. Ninguém gosta de surpresas desagradáveis. Se tens um mecânico amigo leva-o contigo. Se não, tenta ir a uma oficina para uma inspeção rápida do carro.


Caso nada disto seja possível, podes sempre fazer uma avaliação geral. O carro tem pontos de ferrugem? Consegues ver diferenças ou sinais de acidentes? Como é que estão os bancos, os estofos e os cintos? E os botões e manípulos? As portas e o capot abrem e fecham bem?


Vê ainda o estado dos pneus e travões — os pneus podem não ter as medidas corretas ou serem velhos. Os discos de travão não devem apresentar sulcos na sua superfície e as pastilhas devem permitir ainda uns milhares de quilómetros de uso.


Experimenta conduzir o carro antes de o comprar

Testar o carro antes de o comprar é efetivamente uma das melhores formas de averiguares o seu estado – e de verificar se te sentes confortável a conduzi-lo. Consegues aperceber-te de vários aspetos da condição do carro ao conduzi-lo: se trava bem ou não, se ouves ruídos estranhos durante o seu funcionamento ou se as mudanças entram sem resistência.


Experimenta o ar condicionado, as luzes e o sistema de som — tudo deve funcionar corretamente. Caso contrário, pode não ser a compra ideal ou pode servir para negociares o preço do veículo.


Gasta só o necessário em reparações e melhoramentos

É muito provável que não mantenhas o teu primeiro carro durante muitos anos — com mais alguma experiência, vais querer dar o salto para um veículo com características diferentes e ao teu gosto.


Se tens de reparar alguma coisa, que seja em partes essenciais ao funcionamento correto do automóvel – em termos de segurança, mecânica, ou amortecedores. Não é necessário gastar dinheiro nas jantes mais vistosas ou no sistema de som de topo. Quando chegar a altura de o tentar vender, estes são itens que não vão acrescentar valor ao teu carro.


Diz não aos carros automáticos

A lógica é simples: é o teu primeiro carro e servirá para aprenderes realmente a conduzir. É importante que consigas perceber quando deves colocar a mudança seguinte ou quando deves reduzir, como usar a caixa como travão ou como fazer o ponto de embraiagem. Estas são lições importantes que os carros automáticos não te conseguem ensinar.