Are you in ?

Visit our online store design especially for your country

go to website
Stay on this website
A inteligência emocional está a chegar aos carros

Inovação

22 Janeiro 2019

A inteligência emocional está a chegar aos carros

A inteligência emocional está a chegar aos carros

O futuro está cada vez mais próximo e a provar isso mesmo esteve a edição deste ano da CES, a maior feira de tecnologia do mundo. Na CES 2019, ficamos a saber que os carros não só estão mais autónomos, mas também que estão mais inteligentes, particularmente no que diz respeito à forma como se relacionam com o condutor.

A KIA, por exemplo, aproveitou a CES 2019 para apresentar um novo conceito de carro, que é capaz de perceber as emoções do condutor e que adapta o comportamento do habitáculo por forma a tornar o ambiente mais confortável.  A tecnologia, que foi baptizada como “Read Motion”, recorre à inteligência artificial para fazer uma leitura dos sentimentos e emoções através de um scan facial. O modelo consegue ainda analisar os batimentos cardíacos e a temperatura corporal dos utilizadores. Com todos estes dados, o carro aquece ou arrefece o habitáculo e pode até mudar o odor ambiente do carro.

Já a Toyota apresentou um projeto que recorre ao mesmo tipo de processos de leitura de emoções, tom de voz e expressão facial para os ajudar a viajar em maior segurança. O projeto apresentado no CES 2019 configura um sistema que estimula todos os sentidos do condutor.

Por exemplo, se este está triste porque está a chover, o sistema muda a tonalidade do ecrã para criar um espaço mais aconchegante. Se o condutor está a adormecer, o rádio toca música pop ao mesmo tempo que o banco vibra. O carro também pode emitir fragrâncias para ajudar à condução. Em alguns casos – como em viagens monótonas numa auto-estrada – o carro vai mudando a posição do volante nas mãos do condutor, de forma a evitar que este adormeça.