Are you in ?

Visit our online store design especially for your country

go to website
Stay on this website
8 razões para o teu próximo carro ser elétrico

Mobilidade Elétrica

03 Dezembro 2018

8 razões para o teu próximo carro ser elétrico

8 razões para o teu próximo carro ser elétrico

Se andas a fazer contas à vida e a pensar em trocar de carro, este artigo é para ti. E se ainda achas que ter um carro elétrico é só para os caprichosos que gostam de ser diferentes e dar nas vistas, então tens mesmo de continuar a ler. É que a realidade está hoje muito mais à frente do que podes imaginar.

2018 foi o ano de todos os recordes na venda de carros em todo o mundo. Só em Portugal, as vendas duplicaram este ano. Há mais modelos disponíveis, os problemas que tanto se apontava a este tipo de veículos – como a falta de autonomia ou a falta de pontos de carregamento – já não se colocam. E, acima de tudo, cada vez mais há sinais de que os combustíveis fósseis têm os dias contados. Na Alemanha, por exemplo, as autarquias já têm liberdade para interditar a circulação de veículos a diesel em algumas estradas.

Por tudo isto, está na altura de começares a levar os carros elétricos (mesmo) a sério. Ainda não estás convencido? Então experimenta ler cada um dos 8 argumentos que preparámos para ti:

Os carros elétricos têm enormes benefícios fiscais

Sabias que o Governo te paga para comprares um carro elétrico? E aqui não é pagar no sentido figurado: suportado pelo Fundo Ambiental, todos os anos o Estado dá um subsídio no valor de 2250€ às primeiras mil pessoas a apresentarem um comprovativo de compra de um carro elétrico. Mas os benefícios não ficam por aqui. Quem quer adquirir um automóvel elétrico pode já ficar a saber que o preço do veículo não inclui o Imposto Sobre Veículos (ISV). Estes beneficiam ainda de um baixo Imposto Único de Circulação (IUC), entre 7,91€ e 35,87€.

Os carros elétricos são mais baratos

De um modo geral, o preço de um veículo elétrico novo não é muito diferente do preço dos veículos tradicionais. Mais extra, menos extra, os preços acabam por oscilar pouco e a comparação, no papel, parece simples de fazer porque os valores são aproximados. No entanto, há uma diferença muito grande entre o valor que está no papel e o preço que efetivamente tem que se pagar no final é grande, uma vez que há um conjunto muito alargado de incentivos e benefícios fiscais que reduzem o preço final dos veículos elétricos.

Os carros elétricos são mais amigos do ambiente

Este é o argumento mais ouvido e que é repetido até à exaustão em qualquer discussão, debate ou conversa sobre veículos elétricos. Mas a verdade é que é mesmo assim: um carro elétrico tem zero – ZERO – emissões de gases para a atmosfera.

Podes carregar um carro elétrico sem sair de casa

Se comprares um carro elétrico, podes passar o resto da sua vida sem depender de postos de abastecimento. Claro que há imensas vantagens em usar pontos de carregamento como os que a PRIO tem na sua rede, mas a possibilidade de poderes carregar o teu carro em casa ou até enquanto trabalhas te tira imenso peso e preocupações dos ombros. E se fizeres um investimento em painéis solares para a tua casa, até podes carregar a bateria sem gastar um único cêntimo.

Passam os mesmos testes de segurança que os outros veículos

É um erro pensar que os veículos elétricos são, por alguma razão, menos seguros do que os veículos movidos a combustível tradicional. Até porque, para obterem autorização dos reguladores para chegar ao mercado, os veículos elétricos – independentemente da marca e do modelo – têm que ser submetidos ao mesmo número e tipo de testes de segurança que todos os carros que são comercializados. Curiosamente, os testes mais recentes mostram que a maior parte dos carros elétricos não só são tão seguros como os seus parentes, como em algumas situações têm um desempenho ainda melhor em termos de segurança.

A manutenção é mais barata

A equação é simples: modelos menos complexos e com menos peças são mais baratos de reparar. Esquece as mudanças de óleo, esquece a correia de transmissão ou a caixa de velocidades que parte. Já fizeste contas ao dinheiro que gastaste nestes componentes ao longo dos últimos anos e quanto pouparás se não tiveres esse encargo no futuro. A grande preocupação com a manutenção de um carro elétrico prende-se com a saúde das baterias, mas as baterias têm um prazo de vida aproximado de 15 anos e, atualmente, a maior parte dos modelos de carros elétricos tem uma garantia de 8 anos/100 mil quilómetros.

São mais silenciosos (por fora e por dentro)

Uma das primeiras coisas em que quem conduz um veículo elétrico repara é na ausência de ruído. Ao início até pode ser estranho carregar no acelerador e não ouvir qualquer som, mas vais ver que se rapidamente te habituas a desfrutar deste silêncio. Um silêncio que, de resto, se estende ao exterior, especialmente quando circulamos em zonas urbanas. É o verdadeiro modo ninja.

Diz adeus aos parquímetros

São já muitas as cidades portuguesas – entre as quais Lisboa – onde os veículos elétricos estão isentos de pagar estacionamento. Portanto, se comprares um veículo elétrico não precisas mais de te preocupar em andar com trocos para o parquímetro ou de passar o tempo a olhar para o relógio com medo das multas ou dos bloqueadores.